terça-feira, 26 de outubro de 2010

Tentativas em vão
de dizer que sempre vou amar-te
todas as palavras foram para um caixão
junto com meu coração e meu modo de olhar-te

Sabemos que tudo isso, foi por culpa de nós dois
que não soubemos amar da maneira correta,
se é que existe uma maneira correta de amar, pois
depois de tanto sofrer, percebi que com você, nunca estive completa

Mas isso, eu acho, que é o que menos importa
Nesse momento, estou completamente só
isso, minha alma suporta
um amor que, no final, só restou pó

Nenhum comentário:

Postar um comentário