sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

Tudo errado

Sinto que já não tem chão sob meus pés, que não sou mais nada, que sou apenas mais uma pessoa infeliz. A dor segue pelas minhas veias e vai até meu coração. Essa dor se torna tão grande que não sei como posso ainda está viva, é insuportável. Minha alma grita com o peso da culpa que cai sobre mim. Tudo o que toco vem a baixo e dessa vez não foi diferente. Perdi, falhei e não aprendi que eu tenho que ficar sozinha para não magoar mais ninguém. O amor para mim é uma maldição, nunca dá certo, porque dessa vez seria diferente? Estou cansada e fraca, não aguento mais isso, não aguento mais a minha vida.

quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

Isso não precisa de uma droga de título



O ano está acabando e eu estou aqui sem saber o que fazer da minha vida, na verdade eu até sei, mas isso envolve fazer uma pessoa sofrer. Eu gosto muito dele, mas não sei se eu consigo continuar. A vida é complicada e eu estou descobrindo isso da pior maneira possível. Não sei se eu vou embora de Fortaleza ou se fico aqui. Essa dúvida está me deixando louca e sem saída. Vou esperar para ver o que acontece, mas acho que o melhor para mim é acabar com tudo, simplesmente dizer adeus.

sábado, 24 de dezembro de 2011

Por que?

Por que será que na maioria das vezes não conseguimos esquecer um amor? Mesmo tendo se machucado, mesmo tendo que que colher os pedaços depois não temos o bom senso de esquecer. Isso magoa o coração de quem ama ás vezes o destrói, mas não podemos esquecer, ou será que não queremos? Fica a dúvida, a pergunta que não tem resposta. Posso ser mesquinha por escrever isso , mas a verdade é que não amamos quem nos ama, amamos quem nos maltrata e maltratamos quem nos ama. Esse é o dilema de todas as pessoas.
Por que tudo não passa de uma mentira? A maioria das pessoas acham que o amor é como nos filmes, o príncipe encantado vai aparecer sabe-se lá de onde e vai se apaixonar instantaneamente. Agora eu vou desiludir muita gente, isso não existe, é apenas uma jogada de marketing para vender cada vez mais produto deles. Tô ficando a cada dia mais amarga e um pouco contraditória, mas cansei das pessoas ficarem enchendo minha paciência dizendo que encontraram seu príncipe encantado. Príncipes não existem, na verdade exitem mas não no Brasil, e amor a primeira vista muito menos.
Quando se vê uma pessoa a primeira vez o que atrai é o físico, você primeiro olha pra "casca" do outro e simplesmente tem uma atração, que é bem diferente do amor. Passamos a amar outra pessoa depois de algum tempo junto procurando saber suas qualidades e seus defeitos e gostar de cada um deles, não é apenas querer ficar por causa da beleza exterior, é muito mais que isso, é um sentimento inexplicável que não sei como o ser humano é capaz de sentir uma coisa assim.
O amor não é feito de coisinha bonitinhas, não é como as babaquices das comédias românticas e coisinhas de "vampiros". Ele é uma coisa que te deixa feliz, mas não em todas as horas do dia. Deixa com uma sensação agradável, mas mesmo assim tem momentos que não temos paciência de olhar para a pessoa amada. O amor supera tudo, é paciente e bondoso, não espera nada em troca, por isso é tão bom.

sábado, 3 de dezembro de 2011

[]

Não sei mais o que fazer. Quando penso que tudo vai melhorar, acontece algo para acabar com minha felicidade. Deveria saber que tudo na vida é momentâneo, acho que depois de 'n' decepções vou aprender. Não sei o que devo fazer para acabar com minha sina de sofrimento e solidão, sei, somente que não aguento mais isso. Parece que estou escrevendo mais um capítulo de um filme triste que vai seguindo sem saber quando será o final. Essa é minha vida, repleta de tristezas, e não sei quando vou conseguir acabar com elas.

terça-feira, 18 de outubro de 2011

Não abandonei o blog

Não abandonei o blog, apenas estava ocupada com uns projetos que eu tava querendo fazer.
1º Estou sendo voluntária em uma ONG que cuida de crianças com necessidades especiais, estou adorando, as crianças são super agradáveis e deu para perceber que meus problemas são bem pequenos na frente dos problemas dessas crianças, mas mesmo com as dificuldades elas são felizes.


Meus preferidos
A INESPEC (ONG onde estou trabalhando) está precisando de doações pode ser o que você puder. O endereço é: Rua Dr. Fernando Augusto, Nº 873, Parque Santo Amaro, Fortaleza, Ceará. Fone: (85) 8644-0168 / 3245-8822

2º Eu estou montando um programa na web rádio e na web tv do Instituto INESPEC, com um programa Rock in City que em breve estará no ar.

3º Eu e meu namorado estávamos procurando um local para tocar, pena que ainda não achamos (por falta de  um CD de divulgação), mas em breve estaremos fazendo shows por aí.

4º Eu estava compondo músicas e aprendendo a tocar violão.

Então vou fazer postagens sempre que eu tiver tempo e espero que vocês possam ajudar a ONG.

sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Meu cigarro

Meu cigarro arranca de mim minha dor
e um pedaço da minha vida
mas é nele que eu sinto que ainda há esperança
de que um dia minha vida será diferente
por um instante me faz feliz,
faz eu esquecer de minhas tristezas.


Meu cigarro, a cada dia rouba um minuto da minha vida
mas sem ele acho que não conseguiria passar
por tudo o que está acontecendo agora
não conseguiria viver a vida que ainda me resta.

Paranoia

Sinto que há algo me seguindo
e logo vejo que estou sozinha aqui
escuto os passos de alguém
que não está presente.


Não estou ficando louca
não posso ser assim
sou como todas as outras pessoas
normal, ao menos para mim.


Paranoia, é o nome disso
ou seria a loucura
tomando de conta da minha mente
fazendo todos ficarem contra mim.


Não estou ficando louca
não posso ser assim
sou normal
pelo menos é isso que eu acho.


Vejo coisas que não estão aqui
não entendo por que isso acontece
acho que tem pessoas me seguindo
tentando tirar minha paz


Não estou ficando louca
sou normal
pelo menos eu acho que sim.

sábado, 24 de setembro de 2011

Sombras

Vivo na sombra de um amor impossível
não sei o que fazer para sair daqui
não tenho mais vida
vivo apenas por você
que não sabe nem que eu existo.

Vivo na sombra de um alguém
que não me ama
que só me faz sofrer
mesmo não sabendo disso

Vivo na sombra de um amigo
que me mata a cada vez que fala de sua amada
a cada vez que me diz o quanto a ama.

Como saio daqui?
Se eu sair, como irei sobreviver
sem um coração?
Farei apenas pessoas sofrerem também
Então irei ficar na sombra
da minha solidão.

terça-feira, 20 de setembro de 2011

...

Como é bom amar...
livrou-me de todas as minhas dores
fez com que eu me tornasse uma pessoa melhor.
Apaixonar-me todos os dias
de várias maneiras
fez-me bem.
Pena que só damos valor a alguém quando perdemos.
Então, viva o máximo
aproveite todos os momentos que você tem
aproveite o amor
da pessoa que te ama.

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

18 anos

Quando se é criança a vida é tudo tão mais fácil, pena que essa fase da minha acabou hoje. Estou completando 18 anos hoje e com isso vem mais responsabilidades, mais decepções, mais dores. Mas também tem a parte boa, agora vou poder ir onde eu quiser sem precisar de um adulto por perto. Mal acabou a fase que eu podia ser bem irresponsável e já estou com saudade ( isso que eu nunca fiz muita besteira). Agora estou em uma nova fase da minha vida e tenho que crescer, o ruim é que crescer dói e estou com medo dessa dor. Com esse meu texto algumas pessoas vão achar que ter 18 anos é a pior coisa do mundo ou vão me achar louca, mas agora o medo de crescer falou mais alto e eu não tenho para onde fugir. Enfim, feliz aniversário para mim e para quem está ficando mais velha (o) hoje.

terça-feira, 6 de setembro de 2011

Dia do sexo

Tô fazendo essa postagem porque sexo é uma coisa muito boa. Então FELIZ DIA DO SEXO e façam com segurança.

quinta-feira, 1 de setembro de 2011

Essas coisas só acontecem comigo?

Fiz uma edição na imagem pra ficar parecido com a gente.
Eu e meu namorado estávamos indo à farmácia comprar ♣♦◘ (usem a imaginação para descobrir o que é), ele disse que iria comprar e era pra eu ficar do lado de fora esperando, mas eu sou uma pessoa de mente aberta, sou uma pessoa sem vergonha (no bom sentido), uma pessoa cara-de-pau, enfim, entrei na farmácia com ele.
Quando entramos na farmácia, eu comecei a ficar envergonhada, mas continuei lá, firme e forte. Avistamos ♣♦◘ e meu namorado disse bem alto que era para eu escolher qual eu queria. Eu, morrendo de vergonha disse que era para comprar a que eu uso sempre. Depois que ele fez isso eu baixei minha cabeça e não a levantei mais, sabem por quê? Por eu estava com dor no pescoço (brincadeira). A farmacêutica olhou para minha pessoa e, simplesmente começou a rir de mim. Quando passou o mico da farmácia, meu namorado para me deixar envergonhada de novo tirou ♣♦◘ e falou bem alto na rua que eu iria usar ♣♦◘ logo que chegasse em casa. Quase morri quando ele falou isso. Essas coisas só acontecem comigo?

Ps.: Quem adivinhar o que é ♣♦◘ ganha um prêmio. Curiosos para saber qual é o prêmio? Vocês ganharão o direito de comentar no meu blog (peguei vocês kkkkkkkk). 

segunda-feira, 15 de agosto de 2011

O caso da topic 05

Eu e meu namorado estávamos indo à uma clínica psicológica que fica na av. Washington Soares (nem sei se escrevi isso direito!!). Eu toda chic, me achando o máximo com a minha blusa nova e ele do meu lado. Na hora de ir tudo beleza, a topic estava quase vazia, mas isso não importa, o que importa é que eu estava sentada.
Na volta para casa, eu estava bem estressada, em uma topic tão lotada que não dava para se mexer. Meu namorado tentava melhorar a situação falando mal do motorista (e ele conseguia fazer eu rir), porque aquele "lambe sal" (corno, só podia ser) ficava tentando colocar mais gente dentro da topic lotada.
Pena que não achei a foto da topic 05, mas a situação dessa é a mesma.
Com o passar dos minutos começamos a sentir um mal cheiro, era uma catinga terrível, bem pior que ovo podre. Como dizem por aí que quanto mais gente cheirando mais rápido sai a catinga, até que o mal cheiro passou rápido. Pouco tempo depois voltaram a peidar e a gente não aguentava a catinga de bosta que estava vindo do homem que estava dormindo em um assento bem perto da gente. Agora eu não duvido mais da expressão: "A pessoa dorme, mas o cú não os gases continuam saindo". O legal é que essas coisas só acontecem quando meu namorado está perto.

domingo, 14 de agosto de 2011

A cama

Vou fazer uma postagem diferente das que normalmente eu faço, hoje eu não vou me lamentar. Não! Acho que vou sim. rs'
A cama da minha mãe ficou mais ou menos assim. rs'
Em um belo dia, eu e meu namorado fomos ao shopping (ele comprou pra mim uma linda blusa e um monte de chocolate), chegamos em minha casa ele me beijou e foi na casa dele. Enquanto isso eu ficava escutando meu pai, que estava mamado (bêbado)  falando besteiras. Como eu estava muito cansada, e como diz o ditado "a cama dos outros é sempre mais fofinha", eu fui deitar na cama da minha mãe. Quando meu namorado chegou eu pulei nas costas dele e o coitado não aguentou. É, a gente caiu. Pra nossa sorte, caímos em cima da cama da minha mãe. Pra nossa sorte e pro azar dela!!! Por causa dessa queda quebramos a cama dela e ela teve que dormir na cama quebrada e não podia se mexer se não a cama caia. Depois que passou o susto até minha mãe riu do mico. Vai entrar pra história esse episódio.

quarta-feira, 3 de agosto de 2011

Tudo ou nada

Não sei o que está acontecendo comigo. Tudo o que eu tinha parece que foi tirado de mim, não tenho mais nem vontade de escrever. Tenho tantas perguntas... Até agora não obtive nenhuma resposta. Não sei o que se passa, não sei o que sinto, parece que estou anestesiada. Quando a dor era intensa queria não senti-la, agora percebo que mesmo sentindo uma dor, uma tristeza que não sabia como aquilo tudo cabia dentro de mim, eu conseguia colocar para fora. O que estou sentindo agora é uma sensação que não sei explicar. Tudo o que sei é que não consigo sentir nada e não dá para expressar uma coisa que não sei nem o que é. Tive que escolher, era tudo ou nada. Toda a dor que eu podia suportar ou não sentir mais nada.

quinta-feira, 21 de julho de 2011

Odeio-te

Odeio-te por fazer-me te amar
odeio-te por me fazer chorar
odeio-te por eu não conseguir te odiar
odeio-te por você não me deixar mais te tocar
odeio-te mais ainda quando sonho contigo
odeio-te porque você não quer mais nada comigo

terça-feira, 12 de julho de 2011

Soneto de fidelidade - Vinicius de Moraes



De tudo ao meu amor serei atento
Antes, e com tal zelo, e sempre, e tanto
Que mesmo em face do maior encanto
Dele se encante mais meu pensamento.

Quero vivê-lo em cada vão momento
E em seu louvor hei de espalhar meu canto
E rir meu riso e derramar meu pranto
Ao seu pesar ou seu contentamento

E assim, quando mais tarde me procure
Quem sabe a morte, angústia de quem vive
Quem sabe a solidão, fim de quem ama

Eu possa me dizer do amor (que tive):
Que não seja imortal, posto que é chama
Mas que seja infinito enquanto dure.

quarta-feira, 6 de julho de 2011

Não sei...

...em quem posso confiar, quem está mentindo, quem está falando a verdade. Hoje, "só sei que nada sei".

quinta-feira, 30 de junho de 2011

Contos de fadas

Percebi que contos de fadas não existem, a não ser em livros infantis. O mundo em que vivemos é bem diferente do que pensei.
Não sei de onde tirei a ideia de que tinha encontrado meu príncipe encantado, que ele estava aqui para tirar-me da tristeza que me consome. Ele não era um príncipe, era o vilão da história, que levou com ele meu coração e a felicidade que me restava.
Agora, tenho certeza de que o amor não existe mais. Hoje as pessoas falam "eu te amo"como se fosse uma frase idiota, como se não representasse nada para alguns. O amor virou apenas uma palavra sem significado algum.

terça-feira, 28 de junho de 2011

Vida boa

Até parece que minha vida é boa. Até parece que minha vida é um mar de rosas, que não sinto dor, que não estou nem aí para nada. 
No domingo (26) vi a pessoa que amo com outra garota. A sensação que tive foi que minha vida iria acabar naquele momento. Sei que pareço uma idiota por gostar tanto do Q (ex-namorado) em tão pouco tempo, ficamos juntos por apenas 2 meses, mas não existe tempo certo para o amor florescer (essa última frase ficou muito brega).
Todos ficam me perguntando o por que de eu está sempre triste, quando conto o que aconteceu, todos me chamam de idiota e mandam eu criar vergonha na cara. Queria entender o motivo das pessoas falarem isso. Essas pessoas nunca amaram? Essas pessoas se decepcionaram em relação ao amor? Só queria entender isso e também queria que me entendessem.
Fico confusa quando alguém diz que o Q ainda gosta de mim, mas se ele gosta, por que ele não me perdoa? Quando o vi com outra garota achei que iria morrer, comecei a chorar sem nem perceber e comecei a mutilar meus braços e já fazia tempo que eu não tinha vontade de fazer isso, mas naquele momento surgiu a necessidade de fazer. O que me faz sofrer mais é que eu tenho que vê-lo todos os dias na escola e isso faz-me desejar a morte.