sábado, 26 de março de 2011

Pesadelo

O passado voltou para assombrar-me com sua escuridão e devaneios doentios, para fazer-me ficar louca.
Vejo meu passado todo vir à tona novamente e logo passa em minha mente um longo e terrível filme em que sofro por um amor não correspondido, um amor que partiu-me ao meio como um pedaço de papel à ser descartado.
Minhas memórias assustam-me cada vez mais. Desde que ele apareceu, não tenho mais paz. Tenho medo. Não consigo parar de pensar em como ele me deixou; quebrada, sofrendo com danos irreparáveis. Não consigo esquecer como estou agora; perdida e com medo de, novamente, apaixonar-me e sofrer mais do que já estou, quando penso que nunca o tive e nunca vou tê-lo.