domingo, 29 de janeiro de 2012

Desculpa

Peço desculpas por ser sempre essa pessoa detestável, não sei ser de outra forma. Meus amigos dizem que eu mudei para melhor, já minha família diz que estou ficando pior a cada dia. Quero apenas pedir desculpas a todos que me conhecem, pois não ser de outro jeito. Se eu estiver magoando alguém, peço que se afaste, pois não sei mais como mudar o que eu sou.

sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

Tenho vontade de dar adeus para todos e partir para sempre.

quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Sempre temos a impressão de que um dia seremos felizes, mas isso é só um ideia que temos para continuar a viver.

Aventuras em um sábado à noite

No último sábado (21) fui ao Centro Dragão do Mar De Arte E Cultura, chegando lá encontrei umas pessoas conhecidas do bairro onde eu moro. Comecei a beber vodka pura, bebi na boca da garrafa mesmo. Só com isso eu já fiquei um pouco mais alegre. Depois disso, fui ver o show da banda Mafalda Morfina, só vi elas cantando uma música porque uma amiga minha fez o favor de pedir pra eu encontrá-la na frente do planetário. Quando eu cheguei bem alegre na frente do planetário minha amiga não estava lá, como meus bônus tinham acabado eu tive que pedir crédito emprestado pra falar com ela. Quando eu finalmente consigo falar com ela, ela me diz que está na parte de baixo perto da mesa de DJ, só que a gente marcado de se encontrar no planetário e ele se encontra na parte de cima. Como eu me desencontrei dos meus amigos eu fui com ela na Praça Verde esperar o resto da galera, logo depois o povo chegou e começamos a beber mais vodka. Como tava rolando muita bagunça, a Praça Verde foi fechada e fomos beber em outro lugar. Quando achamos um lugar pra sentar comecei a cutucar minha amiga, perguntando se o cara que tava do meu lado (era um amigo dos meus amigos) era gato, ela disse que sim, eu simplesmente o puxei e o beijei. Teve também um assalto do meu lado, só que eu tava tão bêbada que nem percebi. Quando eu consegui chegar em casa, muito bêbada, pra completar a desgraça minha mãe tava me esperando na calçada , tive que tentar disfarçar, mas acho que não deu muito certo. No domingo eu só lembrava que tinha ficado com alguém, mas lembrava com quem, Cheguei a um ponto tão crítico, que perguntei à um dos meus amigos que estava comigo na noite anterior, com quem eu tinha ficado. Ele disse e até fiquei aliviada porque o cara é bonito mesmo. Prometi a mim mesma que não vou mais beber, só que eu já marquei pra ir de novo e, quem sabe, pegar novamente o cara gato que eu peguei no sábado.


Ps.: Isso foi o que meus amigos me contaram e o que eu consegui lembrar depois, se der certo fazer isso de novo eu posto as "merdas" que eu fizer aqui no blog.

segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

Insônia

Passei a madrugada pensando no que eu vou fazer da minha vida. Estou tendo crise de identidade aos 18 anos, não sei mais quem eu sou, isso não me deixa mais dormir à noite. Mudei meu jeito para satisfazer as pessoas à minha volta e acabei me perdendo, agora não sei como voltar. Estou totalmente perdida no meu mundo, na verdade não sei ele ainda é meu. Em meu rosto, minhas olheiras mostram que estou passando noites em claro, pensando, procurando o que realmente sou.
A madrugada, ao mesmo tempo que é minha amiga e conselheira, acaba com meu físico, revela meus sentimentos. Só o que tenho agora é a mim mesma, talvez não tenha também, pois não sei mais onde o meu eu se encontra.

terça-feira, 10 de janeiro de 2012

Sou tão idiota! Pensei que agora eu pudesse ser feliz com ele.

sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

Decepções

Decepcionei-me ao achar que com você eu seria feliz, que poderia fazer planos e realizá-los ao longo do tempo. Pensei que poderia ser eu mesma, mas não, tinha que ser aquilo que você sempre sonhou. A verdade veio a mim muito tarde, não sei mais como eu sou. Todos dizem que não me reconhecem mais, que virei outra pessoa muito rápido, não culpo quem me fez ficar assim, culpo a mim que não soube preservar o que eu era realmente.
Decepcionei-me com o que sou agora, com o vácuo dos meus pensamentos. Não sei mais quem eu sou, estou tentando me encontrar, mas não consigo, não sei o que posso fazer para acabar com a dor de não saber mais nada a meu respeito. Vou procurar mais e ver o que eu acho daqui para frente.

domingo, 1 de janeiro de 2012

1º dia de 2012

Quando eu penso que tudo vai melhorar, eu caio na real e vejo que eu estou no fundo do poço. O 1º dia de 2012 foi um pesadelo, aconteceram coisas que eu nunca imaginei que poderiam acontecer com alguém, estou metida em confusões até o pescoço e não posso sair tão fácil. Foi bem sarcástico o que aconteceu comigo, ANO NOVO, PROBLEMAS NOVOS. Estou cansada disso tudo, de tudo dar errado na minha vida. Às vezes penso que tenho que jogar tudo pro alto e me entregar, mandar a vida para o inferno que eu tenho certeza que não seria tão desagradável quanto isso que está acontecendo comigo.