terça-feira, 15 de maio de 2012

Penso em tudo o que vivemos, em tudo o que sentimos. Penso e choro quando lembro que hoje tudo isso não vale mais nada.

Um comentário: